Artigo: O OFÍCIO DO DIACONATO

Março 28, 2014
Avalie este item
(0 votos)


Precisamos rever, com urgência, o ofício diaconal, isto porque, com o passar do tempo a própria igreja começa a imaginar que o oficio do diaconato se restringe à distribuição de boletins e em recepcionar os irmãos na porta do templo. Conquanto estas sejam funções necessárias, o diaconato é um ofício que exige muito mais do que isto. 
Entendo que os diáconos precisam ser homens comprometidos com o Reino de Deus de maneira mais ampla e especificamente comprometidos com a igreja local.
Estudando sobre o ofício do diácono, encontramos uma série de elementos que fazem parte das atribuições de um diácono comprometido com o Reino de Deus:
1 – O diácono precisa ter um coração misericordioso;
2 – O diácono não deve ter no coração o desejo de governar, antes, ele precisa se lembrar sempre de que foi chamado para ser liderado e servir;
3 – O diácono deve ter um bom testemunho da sociedade. O diácono precisa ter uma vida irrepreensível, não apenas na igreja, mas fundamentalmente na sociedade;
4 – O diácono deve ser um homem acolhedor. O diácono deve ser o cartão de visitas da igreja, portanto, nada melhor do que ser recebido por um diácono sorridente e realizado por estar exercendo o seu ofício.
5 – O diácono deve se preocupar com a assistência social. Você conhece algum irmão desempregado? Já foi verificar se ele está passando por alguma necessidade? Você sabe se algum irmão está enfermo? Já foi verificar se ele tem sido devidamente assistido?
6 – Finalmente, o diácono deve zelar pelo templo. Deve, inclusive, supervisionar o trabalho do zelador. O diácono, mais do que pontual deve chegar cedo aos trabalhos na igreja. Isto porque ele precisa verificar se as coisas estão em ordem. 
Pr. Calvino Rocha

Ler 12099 vezes Última modificação em Segunda, 02 Março 2020 20:20